segunda-feira, junho 20, 2011

Lançamento Single Totoin part Gilmar - Quando a lua engole o sol (Prod. Sambação ilimitada)

Meu CD solo nunca solo novo está quase pronto,e aqui esta o segundo single disponibilizado em primeira mão pra geral que passa por aqui,espero que voces gostem,o CD vai sair quando tiver uma grana pra lançar,é nozesssss


Quando a lua engole o sol – Totoin e Gilmar
(single 2011)

(GILMAR)
A luz da última vela derrete sobre o píris
Retrospecto do dia na noite se define
Eletricidade da CEMIG cortada no poste
Aqui na 08 a 73 escuridão da norte
Ondas fortes no pote, encontro com a verdade
O animal e o Alex já teve aqui a tarde
Mas quando a lua engole o sol ai que vem o fardo
Anestesia na boca na garganta o amargo
A água desce da torneira cloral, da CODAU
E adormece toda a região estomacal
A tosse seca e o peito cheio adolescência lembro
O corre corre o loco loco,reforçando o tema
Dois nove de novembro dois zero zero sete
Essa letra começa as dez e vinte e pra acabar esquece
Grande dia depois da zero zero hora
Sem cigarro te falo largo essa merda agora

(TOTOIN)
Acordei com o barulho da máquina de lavar roupa
Oito da manhã e o cachorro latindo a toa
Brigas por pouca coisa discussões de futebol
O preço do etanol se é melhor brahma ou skol
Pessoas comuns fugindo do anzol
A lua já foi-se embora e deu espaço pro sol
O cerol cortante passando junto com o rodo
Tem que pisar nesse chão mesmo se tiver com lodo
Jogando bilóca e abservando a maloca
Muléque sufoca com o esgoto que jorra
Da tampa do bueiro,de que adianta o dinheiro?
Do imposto que pagamos o ano inteiro?
Não tem creche pra mãe deixar a criança
Se ela morrer agora só deixa dividas de herança
É isso mesmo Gilmar cansamos de presenciar
A lua engolir o sol que sempre soube retornar

(REFRÃO)
Quando a lua engole o sol ... o sol
O clima esfria e de longe brilha
O brilho do farol ... farol
E quando o sol ...o sol
É vomitado pela lua ... é pela lua
A loucura cura,se amuntua
O vício pela rua ... é pela rua
(viciante)

(GILMAR)
Para bens bens,para mau mau humorados
Para bens aventurados,ou para mal aconselhados
Para tudo,na night rola tudo no fight
No street fight vale tudo na onda da bright
Nas avenidas largas carros encerados brilham
Sob luzes de mercúrio que refletem e viram
Cabeças de pessoas que sonham com isso
Desacostumados com o lucro vivendo em prejuízo
Howwwwwwww , aqui é periferia
Butecos zonas viadutos condomínios vias
Também,aqui na norte varias historias
A pracinha aqui em frente e o inferno lá na rotatória
A uns dez anos atraz,aos treze precisamente
Finado dentinho buiú Raniel Kétis ali presente
Lua crescente,lua nova cheia minguante
Em temporadas épocas momentos,instantes

(TOTOIN)
Instantes brilhantes ou opacos que seja
Tudo que a gente almeja é mais paz e mais breja
Hora hora veja, que injustiça não agrada
A lua esconde o sol e a politicada
Vai fazer coisa errada, roubar o que der
O que não der fica pra próxima chance que vier
Cada um sabe que cabe a cada um que acabe
Com o próprio nervosismo que faz que o carro derrape
Na pista onde tem que ser artista também
Pra conduzir bem durante o vai e vem
Pra mais de cem,ou a vinte por hora
O povo correndo atrás porque com fome a alma chora
Vai pegar água da bica ou puxar da cisterna
Iluminação moderna muitas vezes é a lanterna
Até pra morar em caverna tem que pagar aluguel
Falar que pobre vive bem é migué do Miguel

(REFRÃO)
Quando a lua engole o sol ... o sol
O clima esfria e de longe brilha
O brilho do farol ... farol
E quando o sol ...o sol
É vomitado pela lua ... é pela lua
A loucura cura,se amuntua
O vício pela rua ... é pela rua
(é um vício a rua)






Download no Megaupload


Nenhum comentário:

Loading...